Dia D de vacinação contra a poliomielite leva pais e responsáveis aos postos de saúde de Lauro de Freitas

Por: Neison Cerqueira
Sábado, 08 de Junho de 2024 às 15:03

Dia D de vacinao contra a poliomielite leva pais e responsveis aos postos de sade de Lauro de Freitas

Foto: Andressa Oliveira


Causada por vírus que pode infectar crianças e adultos, por meio do contato direto com fezes, a poliomielite voltou a ser o centro das atenções para os pais. Em Lauro de Freitas, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SESA), promoveu neste sábado (8), o Dia D contra a pólio. As vacinas foram disponibilizadas nos postos de saúde do município, além de aplicação também no Posto Avançado de Vacinação, no Parque Shopping Bahia. 

A infecção ocorre por meio do poliovírus selvagem, invade o sistema nervoso, o que pode causar paralisia nas pernas e nos braços, além de deixar sequelas motoras por toda a vida. 

Para a proteção, o esquema vacinal é de três doses da vacina inativada poliomielite (VIP) aos 2 meses, 4 meses e 6 meses; e duas doses de reforço da vacina oral poliomielite (VOP), a vacina de gotinha, com 1 ano e 3 meses e 4 anos. 

Apesar de estar praticamente erradicada, não dá para vacilar. É o que explica a Superintendente de Vigilância em Saúde, Rita Menezes. "A pólio está praticamente erradicada, mas temos casos e por isso a vigilância continua atuando no controle. As crianças que precisam atualizar suas cadernetas, elas precisam estar protegidas pela doença para que a pólio não retorne. Que esse cuidado seja constante e de responsabilidade dos pais. Então, é necessário que façamos a prevenção".



Mãe dos pequenos Mel e Marrai, Natalia Bulhosa, de 24, aproveitou o dia D para vacinar em dose dupla. "É preciso avaliar o contexto, não é? Se está sendo ofertada, é porque precisamos ficar atentos. É importante, para mim é excelente ter essa campanha. Tem anos que não tínhamos nenhum caso, então, precisamos ficar cientes e espero que a população tenha conscientização", disse a moradora de Itinga. 

Saionara dos Santos aproveitou o funcionamento do Posto Avançado e não perdeu a oportunidade. Ela saiu de Buraquinho para imunizar a Heloisa, sua filhinha de 4 anos. "A vacina é importante. Precisamos falar com todos, com todas as famílias, trazer mesmo para vacinar, conferir a caderneta, saber se está tudo em dia. Precisamos nos preocupar com nossos filhos", destacou.