Lauro de Freitas dá largada em implantação de sistema de tramitação eletrônica

Por: ASCOM SAEB-BA
Segunda, 10 de Junho de 2024 às 10:10

Lauro de Freitas d largada em implantao de sistema de tramitao eletrnica

Foto: Divulgação


Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, está dando um importante passo para se tornar o primeiro município do Estado a adotar o SEI (Sistema Eletrônico de Informações), um software que é referência nacional em tramitação eletrônica. Nesta terça-feira, 11 de junho, às 9h, servidores dos mais diversos órgãos da prefeitura participam do Workshop de Transformação Digital, um evento de sensibilização que funcionará como pontapé inicial para a implantação do sistema informatizado.

O evento – que contará com a presença do secretário da Administração do Estado (Saeb), Edelvino Góes - ocorrerá no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação de Lauro de Freitas (CEEPTIC), localizado à Rua Euvaldo Santos Leite, 30, Lauro de Freitas.

Na programação, estão previstas apresentações do coordenador geral de Soluções Negociais em Processos Eletrônicos do Ministério da Gestão e Inovação, Pedro Moreira, do diretor de Inovação e Gestão de Projetos de TIC da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), Anderson Prazeres, e do coordenador de Transformação Digital da Saeb, Igor Takenami.

Na ocasião, os servidores municipais serão apresentados oficialmente tanto ao SEI Bahia quanto à plataforma de serviços públicos digitais ba.gov.br, duas soluções inovadoras na área de transformação digital que estão sendo disseminadas às prefeituras do Estado, graças à parceria do governo baiano com o Ministério da Gestão e Inovação. Para viabilizar a iniciativa, a prefeitura de Lauro de Freitas assinou um termo de cooperação com a Saeb, em fevereiro deste ano.

Tramitação eletrônica - Desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o SEI foi adotado em 2017 pelo Poder Executivo Estadual para a tramitação eletrônica de processos e documentos administrativos. Desde então, a solução já permitiu ao governo baiano uma economia direta de mais de R$ 208 milhões, além de proporcionar a preservação de mais de 50 mil árvores com a redução no xonsumo de papel.

Agora, com o SEI Bahia Municípios, a expectativa é de que as equipes do Estado possam transferir a expertise obtida com a implantação do sistema para as administrações municipais. Além disso, a cooperação com o Ministério da Gestão e Inovação irá permitir ao governo estadual gerir as cessões de uso do sistema e a transferência de códigos fontes para os municípios. Para completar, uma parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb) vai viabilizar a infraestrutura para implantação do software, com serviços na área de suporte e hospedagem de dados.