Professores do CAIC, em Lauro de Freitas participam de formação para implantação horta pedagógica

Por: Yandra Barros
Segunda, 20 de Maio de 2024 às 16:04

Professores do CAIC, em Lauro de Freitas participam de formao para implantao horta pedaggica

Foto: Andressa Oliveira


Professores do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC), em Itinga, participaram, nesta segunda-feira (20), de uma ação formativa organizada pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e o Instituto Mancala, para implantação de uma horta pedagógica na unidade escolar.

O projeto tem como objetivo debater a questão ambiental no ambiente escolar, como explica Vitor Castro, diretor do departamento do território educativo. “Entendemos que essas hortas pedagógicas vão dar um start na cabeça dos alunos para essa questão ambiental e nada mais justo que a gente começar com as hortas, fazendo com que as crianças mexam nessas hortas e aprendam”. Segundo Vitor, a ação realizada no CAIC é um projeto piloto. “A gente está pretendendo que a partir desta escola, a gente siga com o projeto para as outras”.

A formação foi ministrada pelo estudante de biologia da UFBA, Tuan Jurberg, que falou da importância da capacitação. “Essa capacitação tem o objetivo de trazer o contato com a natureza, para que eles se sintam parte integrante, pertencente da natureza, isso através da teoria e da prática da implantação de hortas urbanas”. 

O estudante ainda explicou que nesse primeiro momento a formação é voltada aos educadores que irão replicar os ensinamentos para os alunos. “Estamos fazendo uma formação para os professores, a ideia é instrumentalizar essas pessoas para que eles sejam multiplicadores com um devido embasamento e se sentirem seguros para mexer com a terra, plantar, colher e favorecer esses processos naturais” detalhou.

Zilda Souza, pesquisadora do Instituto Mancala, pontuou que após a etapa de capacitação, que terá um momento voltado para os alunos, será feita a implantação da horta com produções de curto prazo. “No final do projeto teremos uma feira, em que os alunos irão fazer um grande lanche com a produção deles. Então a ideia é fazer produções de curto prazo, para que posteriormente eles possam fazer uma alimentação e consumir, trazendo a importância dessa alimentação saudável, desse processo desde iniciar o contato com a terra até colher a própria produção e consumir”.